Página Inicial Institucional Cursos Exames Blog Links Contato
 
 
Aliança Francesa Caxias do Sul
 
     

Blog

   
  » ARQUIVO
  » 2017
  » 2016
  » 2015
  » 2014
  » 2013
  » 2012
  » 2011
  » 2010
  » 2009
   
  » MARCADORES
  » AF
  » Animação
  » Anniversaire
  » Arquitetura
  » Artes
  » Automobilismo
  » Beleza
  » Biografia
  » Capacitação
  » Carros
  » Ce que j'ai vu en France
  » Cesar Mateus
  » Ciência
  » Cinema
  » Claudete Travi
  » Confraternização
  » Culinária
  » Cultura
  » Curiosidades
  » Dança
  » Design
  » Dicas
  » Entrevista
  » Escultura
  » Esportes
  » Evento
  » Fenêtres Ouvertes
  » Fotos
  » Frisson em Paris
  » Frisson em Paris 2012
  » História
  » HQ
  » Ilustrações
  » Imprensa
  » Intercâmbio
  » La première fois que j’ai vu...
  » Literatura
  » Marília Galvão
  » Meio ambiente
  » Moda
  » Música
  » Pintores
  » Plume d'Or
  » Polêmica
  » Política
  » Promoções
  » Publicidade
  » Resenha
  » Revista
  » Solidariedade
  » Teatro
  » Trabalhos de aula
  » Turismo
  » TV
  » Viagem
  » Vídeo
  » Visitas
 
 
Quarta-Feira, 19 de fevereiro de 2014

Aquarelas originais d'O Pequeno Príncipe expostas em NY

 
Antoine de Saint-Exupéry escreveu um único livro infantil em sua vida. E foi suficiente. "O Pequeno Príncipe" foi um dos livros mais lidos de todos os tempos. Favorito das misses, o clássico inspirou - e continua inspirando - gerações de leitores por todo o mundo.

Poucos sabem, no entanto, que o célebre francês escreveu o livro nos Estados Unidos, após deixar a França em consequência da invasão nazista. Em 1943, Saint-Exupéry entregou à amiga Silvia Hamilton um saco de papel marrom. Dentro dele, estavam os manuscritos e desenhos de sua obra. Um ano depois, o francês, que era piloto, desapareceu enquanto pilotava um avião durante uma missão militar. Tinha apenas 44 anos. Dois anos depois, o livro foi publicado.

Os manuscritos originais, que um dia estiveram dentro de um saco de papel marrom, estão hoje em Nova Iorque, em uma exposição que vai até o dia 27 de abril. O foco da mostra são as origens americanas do livro. Além dos originais, alguns com manchas de café e queimaduras de cigarro, a exibição traz as 43 aquarelas originais de "O Pequeno Príncipe". Quem não tiver a chance de conferir pessoalmente, pode dar uma olhada em parte das ilustrações aqui mesmo, no tête-à-tête. Confira!
         

         

         

         

 
Marcadores: Artes, Ilustrações, Literatura
Comentários (0)
 
Segunda-Feira, 10 de fevereiro de 2014

Cinemateca exibe curtas brasileiros em Paris

 
Quem estiver em Paris esse mês e ficar com saudades de casa, pode amenizar o sentimento assistindo curta-metragens. A Cinemateca francesa realiza, até maio, uma mostra de filmes de cineastas brasileiros dentro da programação do ciclo "Cinéma de Poche".

O primeiro filme foi exibido ainda em outubro do ano passado, mas quem perdeu terá outra oportunidade em breve: dia 20 de fevereiro, chegam às telas "O Inverno de Zeljka", de Gustavo Beck, e "Electrodomestica", de Kleber Mendonça Filho. O projeto é comandado por Bernard Payen, que teve a ideia após inúmeras participações como jurado em festivais.

         

 
Marcadores: Artes, Cinema, Cultura
Comentários (0)
 
Sexta-Feira, 07 de fevereiro de 2014

França é pano de fundo para novo filme de Woody Allen

 
 A relação de Woody Allen com a França parece cada vez melhor. O próximo filme do diretor, Magic in the Moonlight, terá como tema um crime ocorrido na Riviera Francesa de 1920. A Côte d’Azur servirá de cenário à comédia romântica, que tem estreia prevista para a metade do ano.

O elenco traz nomes como Colin Firth (Oscar de melhor ator em 2011 pela atuação em O Discurso do Rei), Emma Stone, Eileen Atkins, Marcia Gay Harden, Hamish Linklater, Simon McBurney e Jacki Weaver.
         

 
Marcadores: Artes, Cinema, Cultura
Comentários (0)
 
Sexta-Feira, 31 de janeiro de 2014

França devolverá pinturas roubadas durante a guerra

 
A ministra da Cultura francesa, Aurélie Filippetti, anunciou recentemente que a França irá devolver aos descendentes dos proprietários três pinturas que foram roubadas durante a II Guerra Mundial. Atualmente, duas delas estão no Louvre e uma no museu de Dijon. 

Apenas uma delas foi divulgada: a obra "Paisagem montanhosa", pintada por Joos de Momper no século XVII, embora tanha sido dito que uma delas é um retrato feminino do século XVIII e a outra traz Maria e Jesus. Segundo os dados divulgados, mais de 2.000 obras encontram-se em situação semelhante, mantidas sob a guarda do Estado francês e expostas em museus.

Nos últimos 20 anos, a França devolveu apenas cerca de 70 obras aos seus verdadeiros donos, sendo 7 em março do ano passado. A ministra acredita que, em breve, mais 28 obras deverão ser entregues aos seus donos.

         

 
Marcadores: Artes, Cultura
Comentários (0)
 
Página « 6 7 8 9 10 11 12 13 14 »
     
     
 

Parceiros

                   
 
 
  Aliança Francesa Caxias do Sul  
Facebook Twitter  
Rua Coronel Flores, 749, sala 202 - 54 3221.5212
 
 
  Desenvolvimento: WCM3 Agência Web Digital Feeling Estúdio de Criação