Página Inicial Institucional Cursos Exames Blog Links Contato
 
 
Aliança Francesa Caxias do Sul
 
     

Blog

   
  » ARQUIVO
  » 2017
  » 2016
  » 2015
  » 2014
  » 2013
  » 2012
  » 2011
  » 2010
  » 2009
   
  » MARCADORES
  » AF
  » Animação
  » Anniversaire
  » Arquitetura
  » Artes
  » Automobilismo
  » Beleza
  » Biografia
  » Capacitação
  » Carros
  » Ce que j'ai vu en France
  » Cesar Mateus
  » Ciência
  » Cinema
  » Claudete Travi
  » Confraternização
  » Culinária
  » Cultura
  » Curiosidades
  » Dança
  » Design
  » Dicas
  » Entrevista
  » Escultura
  » Esportes
  » Evento
  » Fenêtres Ouvertes
  » Fotos
  » Frisson em Paris
  » Frisson em Paris 2012
  » História
  » HQ
  » Ilustrações
  » Imprensa
  » Intercâmbio
  » La première fois que j’ai vu...
  » Literatura
  » Marília Galvão
  » Meio ambiente
  » Moda
  » Música
  » Pintores
  » Plume d'Or
  » Polêmica
  » Política
  » Promoções
  » Publicidade
  » Resenha
  » Revista
  » Solidariedade
  » Teatro
  » Trabalhos de aula
  » Turismo
  » TV
  » Viagem
  » Vídeo
  » Visitas
 
 
Sexta-Feira, 23 de janeiro de 2015

Tá na moda

 
Em pleno período de férias, apenas os inquietos estão a todo gás. É o caso de quem lida com muita criatividade, como os profissionais de moda, decoração de interiores e designer parisienses, que estão prontíssimos para iniciar hoje a vigésima edição do Maison & Object.

O evento é exclusivo – para entrar precisa provar que se trabalha como métier, e conta com workshops badalados e divulgação de lançamentos e tendências do design para decoração.

Achou pouco? Então lá vai mais: essa edição será temperada, com o espaço gourmet Talents à la Carte, onde serão oferecidas degustações diárias vindas diretamente das mãos de chefs.

O evento vai até o dia 27 e promete remexer o mercado de design de interiores, com espaços únicos e criações moderníssimas. Mais informações, aqui!



         

         

 
Marcadores: Arquitetura, Artes, Culinária, Evento, Moda
Comentários (0)
 
Quarta-Feira, 21 de janeiro de 2015

A sua árvore

 
Esse post era para celebrar mais uma iniciativa francesa em prol do futuro do mundo, sendo o cenário da COP 21 no final do ano, um congresso internacional para substituir o fracassado Protocolo de Kyoto, de 1997, nas questões ambientais.

Porém, dentro da busca de material para falar do congresso, descobrimos Naziha Mestaou, uma arquiteta e urbanista belga que resolveu criar uma floresta virtual nos principais monumentos europeus. A França, claro, não ficou de fora.

Trata-se de um aplicativo de celular que usa as batidas do coração do usuário para fazer sua árvore florescer e crescer. O objetivo da ação é tornar as pessoas responsáveis pela natureza que as cerca; com a ideia de ver sua própria árvore crescendo, é possível – com o perdão do trocadilho – plantar uma semente de conscientização ambiental.

Se a intenção vai funcionar, a gente não sabe e fica na torcida, mas que está lindo de ver, com certeza está!
         

 
Marcadores: AF, Artes, Beleza, Design, Meio ambiente
Comentários (0)
 
Domingo, 11 de janeiro de 2015

Voltando pra casa

 
Um dos berços da civilização vem sendo saqueado há tempos. O Egito vê periodicamente centenas de seus achados arqueológicos desaparecerem nas mãos de contrabandistas.

Visando preservar a história, a França resolveu unir esforços com as autoridades egípcias para a devolução de peças contrabandeadas. Depois da verificação da autenticidade, 239 peças extraídas ilegalmente do Egito serão devolvidas pelo governo francês.

A partir daí a proposta é uma maior fiscalização de casas de leilão em uma tentativa de amenizar a extração ilegal de achados arqueológicos.
         

 
Marcadores: AF, Arquitetura, Artes, Cultura
Comentários (0)
 
Quarta-Feira, 07 de janeiro de 2015

Raridade

 
Imagina você estar nos arquivos de uma biblioteca em uma cidade pequena e encontrar lá um tesouro? Foi o que aconteceu com o bibliotecário e historiador de arte Rémy Cordonnier. Ele procurava material para uma exposição de literatura inglesa quando encontrou um exemplar raríssimo de um “first folio” (publicação original) do lendário dramaturgo William Shakespeare.

Na obra faltam aproximadamente 30 páginas e a capa, o que fez com que o volume fosse catalogado de forma errada, mantendo-o oculto por todo esse tempo.

Mesmo faltando algumas partes, a raridade da obra – publicada em 1632 – e o bom estado de conservação tornam essa descoberta um tesouro estimado em até 5 milhões de euros, mas a biblioteca de Saint-Omer, pequena cidade ao norte da França, não tem a menor intenção de se desfazer da peça.
         

 
Marcadores: AF, Artes, Literatura
Comentários (0)
 
Página « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 »
     
     
 

Parceiros

                   
 
 
  Aliança Francesa Caxias do Sul  
Facebook Twitter  
Rua Coronel Flores, 749, sala 202 - 54 3221.5212
 
 
  Desenvolvimento: WCM3 Agência Web Digital Feeling Estúdio de Criação